Descubra como manter o controle de reposição de estoque no seu negócio

4 minutos para ler

Para muitos empreendedores, a reposição de estoque nem sempre é uma tarefa simples, principalmente se a empresa lida com demandas altas e recorrentes todos os dias.

O fato de haver uma troca de produtos constante no inventário pode gerar uma série de complicações, ainda mais se não houverem processos bem definidos e ferramentas para melhorar a gestão.

Por isso, neste conteúdo mostraremos as melhores práticas para otimizar a reposição de estoque em seu negócio. Quer saber mais sobre o conteúdo? Então acompanhe a leitura para conferir!

Invista em um software de gestão

Realizar processos manualmente é uma atitude tão obsoleta que deve ser eliminada dos processos operacionais de sua empresa, caso você pretenda se manter competitivo.

Hoje em dia, existem inúmeros softwares que realizam a gestão não apenas do estoque, mas de todos os departamentos do negócio, integrando as informações em um único ambiente digital.

Além de garantir uma reposição de estoque bem executada, esse tipo de ferramenta melhora a cadeia de suprimentos, ajuda a colher dados da indústria e a se antecipar às demandas do varejo com muito mais coerência e precisão, evitando faltas ou excessos.

Mantenha as informações atualizadas

É claro que para que o sistema funcione adequadamente, você precisa nutri-lo com as informações necessárias. Para isso, prepare sua equipe de colaboradores para operar o software da maneira correta.

É preciso desenvolver uma cultura de disciplina que garanta que todos os dados sobre entrada e saída de produtos do inventário sejam sempre atualizados no sistema. Desse modo, o banco de dados sobre os estoques estarão sempre munidos com as informações necessárias para que toda a operação funcione perfeitamente.

Cuidado com os produtos perecíveis

Quem atua com no segmento de produtos perecíveis e lida com estoques específicos, como alimentos congelados em câmaras frias, por exemplo, é imprescindível que redobre os cuidados, garantindo que sempre haja espaço de sobra para acomodar mais itens.

Um simples erro de cálculo pode resultar não apenas em produtos parados, mas sim em prejuízos irreversíveis, já que não há como vender uma mercadoria após a data de vencimento e tampouco devolvê-la ao fabricante.

Desse modo, é preciso ter uma abordagem minuciosa, aumentando a atenção em especial à data de validade dos produtos. É fundamental que as datas de chegada e saída sejam devidamente registradas assim que os itens entram no estoque.

Com o auxílio de um sistema tecnológico, é possível programar para receber notificações sobre a aproximação das datas de vencimento, evitando a perda dos itens.

Conte com fornecedores de qualidade e bons prazos de entrega

Por fim, é muito importante fazer parcerias que estejam dispostas a alavancar os resultados de seu negócio. Isto é, contar com fornecedores que cooperem com o sucesso de sua empresa, oferecendo produtos de qualidade e bons prazos de entrega.

Certamente, isso ajuda a resolver a maior parte dos seus problemas de reposição de estoque, já que muitas vezes a falta de produtos nas gôndolas ocorre por conta de fornecedores que não cumprem com os prazos estabelecidos por acordo entre as partes.

Como você pôde conferir, a reposição de estoque é um dos aspectos mais importantes na logística de uma empresa. Gerenciar o inventário de produtos com sabedoria e versatilidade não é um mero capricho, mas sim uma necessidade para evitar prejuízos e garantir uma boa lucratividade para a empresa.

Você tem alguma opinião ou experiência sobre o assunto que gostaria de compartilhar com a gente? Então aproveite para deixar o seu comentário!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-