Saiba como fazer a previsão de demanda futura do seu restaurante

Saiba como fazer a previsão de demanda futura do seu restaurante
6 minutos para ler

Você sabe o que é previsão de demanda futura? Em qualquer negócio — em especial nos restaurantes —, é importante ter em mãos um bom planejamento organizacional. Afinal, é por meio dele que crises são evitadas ou deixam de afetar o funcionamento da empresa. Para isso, antecipação é fundamental.

A previsão de demanda futura diz respeito a um cuidado que é preciso ter em um restaurante ou negócio físico a fim de mantê-lo estável ao longo de seu ciclo operacional. Ela fala sobre as necessidades de estoque do estabelecimento, se aproxima ao máximo da realidade e orienta a tomada de decisões dos líderes e gestores.

Se você deseja saber mais sobre essa previsão não deixe de acompanhar este artigo!

O que é previsão de demanda futura?

Incertezas dificilmente tendem a fazer parte da gestão de qualquer negócio sério e bem-sucedido. Para se preparar e se manter forte perante à concorrência, é preciso ter em mãos a maior quantidade de dados possível, aplicando-os de maneira a mensurar e monitorar os acontecimentos que tomam forma no dia a dia empresarial. Se não for possível tê-los de imediato, então previsões devem ser feitas a fim de direcionar os passos tomados no gerenciamento.

A previsão de demanda futura é uma métrica obtida por meio de uma análise de dados que norteia a gestão de estoque dos estabelecimentos. Em restaurantes ela é ainda mais fundamental, uma vez que eles utilizam insumos orgânicos, cujo desperdício deve ser minimizado tanto quanto possível — otimizando a utilização de recursos.

Em suma, a previsão serve para trazer uma boa noção de quanto material produtivo é preciso ter no restaurante para, além de manter seu funcionamento em dia, auxiliá-lo caso haja uma demanda além do esperado ou a necessidade de se recuperar de um período financeiro difícil.

Qual é a importância da previsão de demanda futura para o estoque?

Além de ajudar no controle de estoque do restaurante, a previsão de demanda futura auxilia nas tomadas de decisão e nas ações que o restaurante executará em seu futuro. Estoque, produção, precificação, planejamento de marketing e até mesmo a contratação de funcionários se ligam diretamente ao resultado de uma previsão futura, sendo seu cálculo fundamental. Ele afeta:

  • projeção das vendas;
  • desenvolvimento de boas estratégias de vendas;
  • controle da produção;
  • margem de lucro;
  • controle de qualidade;
  • competitividade;
  • ajustes na política do restaurante;
  • fluxo de receitas e muito mais.

Quanto mais precisa for a estimativa relacionada à previsão, menos risco tende a estar associado ao negócio. Além de problemas com armazenamento, ela evita tanto a falta de produto quanto um estoque excessivo, que terá que ser descartado do restaurante em função da saudabilidade alimentar e do controle de qualidade. Mas como realizar esse cálculo de maneira adequada e voltada para seu negócio?

Quais são as abordagens usadas para a previsão de demandas?

O cálculo de uma previsão de demanda pode ser feito de maneira qualitativa ou quantitativa. Ele é bastante específico para cada caso e leva em conta variáveis que consideram a economia do momento, o ambiente externo e interno do restaurante e noções claras de metas e objetivos, para que seja retratado algo mais próximo da realidade. É possível analisar curto, médio e longo prazo.

Abordagem qualitativa

Focada na experiência dos gestores, e não necessariamente na quantidade de informações relacionadas ao negócio, a abordagem qualitativa leva em conta a visão dos consumidores. Ela pode ser obtida por meio do preenchimento de questionários, de entrevistas, da análise do histórico de vendas ou de pesquisas realizadas junto ao setor. Aqui, trabalha-se com um período menor de tempo.

Abordagem quantitativa

Mais frequentemente usada, a abordagem quantitativa tende a ser mais precisa e é baseada em dados estatísticos. Sendo ideal para prazos mais distantes, ela possui alto grau de confiabilidade, baixo custo e menor subjetividade. É preciso ter em mãos a maior quantidade de dados possível, especialmente em relação aos estoques anteriores.

Como pode ser feito o cálculo da previsão de demanda?

Independentemente da metodologia escolhida, alguns passos devem ser seguidos a fim de auxiliar no cálculo da previsão. Inicialmente, deve-se priorizar a que mais faz sentido para suas necessidades e o prazo a ser analisado. Confira o passo a passo a seguir:

Conheça as métricas

Se definida a análise qualitativa, é preciso escolher o grupo de consumidores que responderá às pesquisas ou questionários, conhecer as opiniões e experiências de gestores e do time e analisar os negócios com fornecedores. Se for a quantitativa, é hora de escolher o método estatístico que será utilizado e separar dados como:

  • receitas;
  • unidades vendidas;
  • fluxo de caixa;
  • oferta e demanda;
  • preço;
  • vendas em períodos anteriores e mais.

Seja como for, conhecer as métricas que melhor descrevem as necessidades de gestão de estoque de seu restaurante e cruzá-las é essencial.

Analise sazonalidades

A sazonalidade é um fator imprescindível de ser analisado durante uma previsão de demanda futura, especialmente em um restaurante. Uma vez que fins de semana e feriados, como o Dia dos Namorados ou das Mães, tendem a movimentar de maneira diferenciada estabelecimentos desse tipo, é preciso estar preparado para atender a outro tipo de demanda sem prejudicar os negócios ou os consumidores.

Ao efetuar previsões mensais e cruzá-las com os mesmos meses dos anos anteriores é possível estabelecer alguns padrões e utilizá-los como norte de seu cálculo — sempre levando em consideração as informações acima.

Tenha um estoque de segurança

Finalmente, é sempre importante ter um estoque de segurança no estabelecimento. É ele que manterá o negócio em funcionamento em períodos delicados e impedirá que não seja possível servir seus clientes com eficiência. Porém, não se engane, pois até mesmo o estoque de segurança deve ser calculado de forma a otimizar recursos, não devendo ser tratado de forma aleatória.

Os produtos congelados são excelentes auxílios no que diz respeito à previsão de um restaurante. Eles são cartas na manga caso falte algum produto, e, ao contar com qualidade, promovem sabor e satisfação ao consumidor. O cálculo das quantidades a serem compradas também se torna mais simples de ser realizado — além de ser descartado o desperdício por não se tratar de um produto que estraga rapidamente.

A Oyshi traz, constantemente, informações sobre previsão de demanda futura e demais métricas a serem analisadas para manter seu negócio em pleno funcionamento. Se você deseja recebê-las e alavancar seus resultados, não deixe de assinar nossa newsletter!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-