Como organizar estoque de alimentos? Aprenda dicas essenciais

6 minutos para ler

Saber como organizar o estoque de alimentos congelados é uma tarefa muito relevante para qualquer empresa que atue nesse ramo. Caso contrário, esse é um equívoco de gestão que pode custar caro para a sua distribuidora, já que as despesas com a armazenagem de mercadorias não são revertidas em lucro.

Assim sendo, é preciso ter muita atenção às boas dicas para aprender como organizar o estoque da melhor maneira possível. Afinal, exercitar boas práticas de gestão desse setor significa não ter gastos desnecessários, mas garantir as vendas, embora não seja possível fazer esse controle de qualidade sem considerar algumas questões, como demanda, custos, valor agregado, sazonalidade, entre outras.

Neste post, apresentamos as principais dicas para você entender, de uma vez por todas, como organizar estoque de alimentos congelados em seu empreendimento e tirar o melhor proveito disso. Confira!

Siga orientações básicas

A primeira dica é muito simples, mas talvez, por isso, seja bastante negligenciada. Assim que os alimentos congelados chegarem a seu estabelecimento, certifique-se de que cada um deles esteja identificado com a marca, o nome, a origem, a data de fabricação e o prazo de validade.

Caso alguma dessas informações não conste na embalagem, considere devolvê-la ao fabricante ou, se for para consumo próprio, coloque etiquetas bem visíveis com aquilo que falta. Após isso, é preciso seguir com rigor as orientações básicas de armazenamento, que também devem estar explícitas nas embalagens.

Conheça as normas de Vigilância Sanitária

Se você não quer ter nenhum tipo de problema com a fiscalização e também deseja evitar a degradação dos alimentos, entenda que é essencial conhecer as normas de vigilância e praticar alguns cuidados sanitários na rotina da sua empresa.

Você deve lembrar que a Vigilância Sanitária exige o uso de equipamentos de proteção adequados, como aventais, botas, luvas, toucas e máscaras. Todos esses materiais devem ser oferecidos pela organização e utilizados pelos colaboradores envolvidos no processo.

Além disso, é fundamental manter o espaço físico reservado para a estocagem dos alimentos sempre limpo para deixá-los livres de umidade, insetos, contaminações e, por consequência, sem contratempos com a inspeção da Vigilância Sanitária.

Dê prioridade para a higiene

Vale destacar que a palavra “sanitária” tem relação direta com a higiene. Assim sendo, é fundamental assegurar-se de que um controle de limpeza seja implementado com bastante rigor durante todo o processo que envolve a recepção, a manipulação, o armazenamento e, por fim, a venda dos alimentos congelados.

Da mesma forma, os profissionais que trabalham diretamente com esses itens devem estar muito bem treinados, além de terem a consciência de que é obrigatório utilizar equipamentos limpos que garantam a minimização dos riscos de contaminação.

Por fim, cada tipo de mercadoria demanda um cuidado específico, e, por isso, as rotinas de isolamento e limpeza dos itens devem ser planejadas individualmente. Nesse sentido, também é necessário observar variações, até mesmo, na concentração e na composição de produtos de higienização a fim de evitar danos à saúde dos consumidores.

Tenha cuidado com as datas de vencimento

Quem trabalha com alimentos congelados deve redobrar a atenção para o controle e a gestão de estoque. Isso porque um simples erro de cálculo tem potencial para causar prejuízos irreversíveis, visto que não haverá a possibilidade de devolução ao fabricante e tampouco de venda do item após a data de vencimento.

Portanto, nesses casos, a abordagem do gestor deve ser ainda mais criteriosa, com foco, em especial, na data de validade dos itens — o mesmo serve para as datas de chegada e de saída das mercadorias em estoque.

Uma estratégia bastante utilizada é reduzir os preços de venda dos produtos ao consumidor final quando se aproximar da data de vencimento. Isso evita a perda total do lote. Adote mecanismos e políticas, portanto, que viabilizem um preço dinâmico nessas condições.

Faça inspeções periódicas

Averiguar, de tempos em tempos, seu espaço de armazenamento é muito importante porque o principal objetivo é checar se as embalagens estão íntegras e não apresentam furos, vazamentos, amassados, partes abertas, rasgadas, entre outros problemas; também a fim de evitar o desperdício.

Além disso, as inspeções periódicas servem para verificar as condições de sanidade de todos os itens, como o peso e, sobretudo, as datas de validade. Outro ponto importante desse controle é aferir a temperatura dos alimentos congelados.

Conte com fornecedores parceiros

Quem fornece o produto que dá a cara para o seu negócio deve ser um importante parceiro de negócios. Isso porque o trabalho dos seus fornecedores é capaz de influenciar diretamente os seus resultados, seja para o bem, seja para o mal. Caso a relação não seja boa com eles, é muito difícil dar continuidade a esse tipo de parceria por muito tempo.

Por outro lado, quando há uma verdadeira relação de cooperação entre você e o seu fornecedor, torna-se possível negociar prazos de entrega, condições de pagamento e, ainda, propor mudanças que sejam boas para todos.

Além disso, uma adequada gestão de estoque depende do trabalho de entrega de um fornecedor. Afinal, se ele cumpre os prazos sem prejudicar a qualidade do produto, fica bem mais fácil controlar melhor as mercadorias.

Por fim, sabemos que imprevistos acontecem, e, por isso, nunca se sabe também quando será preciso buscar algum favor da parte de um parceiro, como a antecipação de uma entrega. No caso de um bom relacionamento com o fornecedor, as chances de obter ajuda sempre que for preciso são elevadas.

Concluindo, de nada adianta não contar com uma eficiente gestão de compras e economizar comprando menos ou comprar mais do que é preciso para ter produtos em estoque.

No primeiro caso, você pode sofrer perdendo vendas pela falta do item, e, ainda por cima, ver seus clientes insatisfeitos por isso. No segundo, a mercadoria pode encalhar e você perde um lote por ter passado da data de vencimento.

Acreditamos que deu para perceber a importância de saber como organizar estoque de alimentos congelados, certo?

Se você gostou dessas dicas, baixe, agora mesmo, gratuitamente, nosso e-book com todas as informações sobre estoque! Você ficará ainda mais por dentro desse assunto tão importante para o seu negócio!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-