Gestão de equipe remota: dicas práticas para gerenciar time de vendas

4 minutos para ler

Uma série de tendências surgiu com as novas configurações do mercado e, entre elas, os trabalhos flexíveis ganharam destaque. Nesse sentido, com o objetivo de tornar seus talentos ainda mais produtivos e ganhar um diferencial competitivo, muitos empreendimentos estão apostando na formação de equipe remota.

Acontece que, se a ideia é criar um time de excelência, é preciso entender sobre gestão de equipe remota. Estamos falando de uma modalidade de gerenciamento de colaboradores que atuam em localidades diferentes. No entanto, independentemente da localização, trata-se de um modelo que traz mais flexibilidade aos processos e colabora com a gestão de custos.

Neste post apresentamos as principais dicas para você obter sucesso ao colocar em prática a gestão de equipe remota em sua empresa. Confira!

Tenha atenção aos prazos

Quando o gerenciamento remoto não é feito da maneira correta, um dos maiores problemas que pode acontecer é a perda de competitividade devido a questões internas como:

  • perda de agilidade;
  • gargalos nos processos;
  • entregas atrasadas, entre outras.

A fim de evitar tudo isso, tenha muita atenção ao que acontece e não deixe de monitorar os resultados. Para tanto, conte com planilhas, indicadores de desempenho e outros meios de controle no intuito de não perder a direção de tudo o que ocorre em seu negócio.

Estabeleça metas sólidas

Pouco importa se o modelo de trabalho é presencial ou não, o fato é que todas as empresas devem contar com planos de metas bem estruturados e mensuráveis.

No caso específico da gestão de equipe remota, devido à ausência física da liderança — ou do profissional envolvido no processo — e ao desafio que é estabelecer uma comunicação mais direta, é crucial que os funcionários estejam a par de quais são os objetivos a serem atingidos e de tudo o que acontece.

Além de possibilitar que o time participe ativamente da rotina da empresa, esse detalhe tem o poder de gerar mais comprometimento e senso de equipe, por meio da inclusão de todos dentro de um planejamento estratégico.

Faça questão de que a comunicação seja eficiente

O fato de o gestor não estar frente a frente com um funcionário enquanto se falam não torna a conversa impossível. Até porque, atualmente existem vários meios de comunicação e, embora muitos deles sirvam para viabilizar os diálogos à distância, cabe à empresa optar por aquele que faça mais sentido para a sua rotina.

Neste caso, o mais importante é fazer uso de modelos estáveis a fim de que o contato seja estabelecido rapidamente e com facilidade. Além disso, escolha apenas alguns meios, visto que a atividade pode se tornar complicada quando cada um tem um jeito de se comunicar.

Outro aspecto de grande relevância é a comunicação interna. Afinal, quando bem executada, ela é capaz de reforçar a cultura empresarial, estimular os colaboradores e provocar mais comprometimento com os objetivos estabelecidos.

Por fim, não deixe de contar com a ajuda da tecnologia para realizar a gestão de equipe remota. Com o uso de algumas ferramentas disponíveis no mercado, saber exatamente onde está cada um de seus funcionários e o que eles estão fazendo torna-se uma tarefa bem simples. Além de ter a chance de medir a produtividade, cortar despesas e remanejar o quadro para suprir uma eventual falta de mão de obra — tudo à distância!

Se essas orientações foram úteis para você, veja também as nossas 5 dicas de liderança e motivação de equipe de vendas!

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-