Descubra 5 dicas para uma boa gestão de frota de caminhões

4 minutos para ler

Fazer a gestão de frota de caminhões exige muito conhecimento, afinal, nem todos dominam alguns segredos e é justamente isso que pode trazer bons resultados à distribuidora. Para executar bem essa tarefa, é preciso mensurar todos os custos. Além disso, os cortes de despesas devem ser avaliados e realizados de uma maneira estratégica.

Um gestor competente acompanha cada passo da gestão de frotas quanto aos gastos com viagens, abastecimento, pedágios, manutenção e troca de pneus, entre outros. Até porque, imagine se cortar os recursos destinados a manutenção preventiva? Quando um caminhão estragar, as despesas serão dobradas.

Portanto, se você quer descobrir quais são os detalhes que fazem toda a diferença em uma boa gestão de frota de caminhões e busca se tornar um profissional melhor, acompanhe 5 dicas especiais neste artigo. Confira!

1. Utilize softwares e outros recursos tecnológicos

O caminho mais acertado para a otimização da gestão de frotas é investir em um sistema que automatize os processos. Além de potencializar a confiabilidade e a segurança, ainda diminui os custos das operações. Conquistar tudo isso só é possível em função das informações fornecidas por softwares e recursos tecnológicos, tais como:

  • planejamento de rotas;
  • localização;
  • gestão de estoque;
  • previsão de gastos;
  • disponibilidade dos caminhões;
  • relatórios de consumo etc.

Estamos falando de dados que permitem a atuação direta da empresa nos pontos certos e que tornam o trabalho de gestão muito mais completo, principalmente se a questão for buscar uma efetiva redução dos custos.

2. Mantenha os funcionários treinados

Promover treinamentos com os colaboradores é algo que faz parte da gestão de frota de caminhões, especialmente no intuito de auxiliar os motoristas a fim de que eles aprendam as melhores práticas de logística e entrega, além de absorver cada vez mais como dirigir de maneira segura.

3. Tenha atenção aos equipamentos

Fazer um controle de manutenção preventiva tanto nos equipamentos quanto nos dispositivos eletrônicos é essencial e ajuda a evitar problemas futuros. Uma boa maneira de fazer isso é definir com que frequência o caminhão precisa passar por manutenção.

4. Otimize as rotas

Identificar os caminhos mais fáceis e ter um controle das rotas envolve a utilização de GPS. Por meio dele ou de aplicativos de navegação é possível optar por alternativas mais práticas para a otimização do percurso e, assim, ajudar os condutores em suas entregas.

5. Ofereça boas condições de trabalho aos motoristas

É muito importante zelar pelo condutor da sua carga. Uma boa dica é manter um meio de contato em tempo real com o motorista com o objetivo de passar orientações, tirar dúvidas ou indicar locais de parada. Além disso, outra questão que exige muita atenção é a segurança tanto do profissional quanto da carga.

Mais do que organizar e otimizar as entregas de mercadorias, a gestão de frota de caminhões é responsável por configurar e elaborar todo o fluxo dos processos, além de garantir a disponibilidade dos veículos —, com a manutenção sempre em dia —, e por examinar a performance dos motoristas.

Por fim, a gestão de frota de caminhões é encarregada de diminuir os erros operacionais e as despesas, assegurar a correta alocação dos recursos destinados aos veículos e por aumentar a produtividade. Consequentemente, tudo isso alavancará a margem de lucro do negócio.

Se você gostou deste artigo e acredita que essas dicas serão úteis também para os seus contatos, compartilhe-o agora mesmo nas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-