Defina suas metas de vendas em 4 passos

4 minutos para ler

Ter metas de vendas no dia a dia é algo comum entre os departamentos comerciais das empresas distribuidoras de alimentos. São os objetivos que indicam a real necessidade quanto ao desempenho exigido da equipe de vendas. No entanto, trabalhar com metas vai muito além disso: definir números realistas e desafiadores é também uma poderosa forma de motivar a sua equipe rumo ao alcance de bons resultados.

Estipular e definir as metas de vendas que mais se encaixam ao seu negócio é um trabalho árduo. Trata-se de uma atividade que deve ser cercada de muitos estudos de mercado, cálculos, análises de desempenho e, principalmente, de realismo. Assim, para os gestores estipularem objetivos efetivos devem ter os dois pés bem fixados ao chão.

Neste post, desenvolvemos como definir metas de vendas em 4 passos e quais são os aspectos mais importantes a serem consideradas ao longo desse processo. Confira!

1. Analisar o mercado

O primeiro e mais importante passo para estabelecer metas de vendas é conhecer bem o seu mercado de atuação. Dessa forma, é preciso saber qual o percentual de crescimento do setor de mercado no qual o seu empreendimento está inserido, assim como fazer uma previsão de expansão para o próximo ano.

Para tanto, é possível buscar essas informações na internet, em jornais, associações de classe e ainda por meio de uma pesquisa própria, especialmente se o seu negócio for um comércio local. Com esses dados em mãos, analise quanto a sua empresa cresceu nos últimos anos e qual o percentual de mercado sua marca detém no momento.

2. Estipular o percentual de crescimento desejado

Se você quer obter dados conclusivos que ajudam na avaliação mensal do que tem feito e a planejar o que deve fazer, defina seu percentual de crescimento desejado.

Aqui entra o conceito de metas SMART, o qual define que uma meta deve ser:

  • Specific (específica);
  • Measurable (mensurável);
  • Achievable (atingível);
  • Relevant (relevante);
  • Time (ter um prazo).

Dito isso, você não deve afirmar “queremos crescer no nosso mercado”. Mas sim, “devemos crescer 15% em nosso mercado até o fim do próximo ano”. Dessa forma, com esse número estipulado, você terá a facilidade de calcular quanto será necessário vender por mês para atingir seu objetivo.

3. Definir prazos de alcance de cada meta

Então, temos a característica temporal para as metas de vendas. De uma certa forma, ela faz parte do primeiro conceito SMART, o de tornar a meta específica.

Na verdade, o que isso quer dizer é que é preciso estipular um prazo de trabalho, um tempo específico para que determinado objetivo seja alcançado.

4. Analisar recursos disponíveis

A realidade é que a cada dia o mercado de alimentos fica mais exigente. Nesse cenário, você sempre deve pensar em novas possibilidades para o seu negócio, e assim, estimular sua capacidade criativa.

Portanto, procure aumentar sua área de atuação de acordo com seus recursos disponíveis e com as necessidades dos clientes. Tenha em mente que você deve buscar agregar o máximo de soluções para as demandas do seu público consumidor, pois isso traz credibilidade para a sua marca e também comodidade para quem compra.

Analise cada investimento realizado e quais os resultados que foram obtidos. Se um recurso investido gerou bons resultados, isso é sinal de que é ali que você precisa concentrar seus esforços.

Por fim, a importância de ter metas de vendas definidas em um planejamento estratégico da distribuidora está diretamente ligada ao crescimento do seu empreendimento. Jamais deixe de acompanhar com regularidade a conquista ou não desses objetivos. Diante disso, reveja regularmente também tanto as metas quanto a forma de trabalho, sempre que isso for necessário.

Se você gostou deste artigo, deixe seu comentário abaixo! Sua opinião é muito valiosa para nós!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-