Conheça qual a importância dos indicadores de logística

indicadores de logística
6 minutos para ler

Não é segredo para a grande maioria das empresas que a gestão da logística envolvida em seus processos pode ser bastante desafiadora. Para efetuá-la de forma simplificada e com eficiência, os indicadores de logística podem ser de grande ajuda — tanto no que diz respeito a processos internos quanto externos.

Para saber como esses indicadores, também chamados de KPIs, atuam na prática, é importante conhecer cada um deles e utilizá-los a fim de promover melhorias contínuas na empresa.

Neste post explicamos de maneira simples e direta quais são os principais indicadores de desempenho em logística para obter um acompanhamento eficiente da sua distribuidora e alavancar seus resultados. Confira!

Definição de indicadores de desempenho

Os indicadores de logística são métricas utilizadas para mensurar e avaliar periodicamente o desempenho dos procedimentos-chave de uma empresa e reconhecer os aspectos que precisam ser aprimorados. Em suma, eles mostram quais são os custos com a distribuição física dos produtos.

Porém, além disso, eles falam sobre a rentabilidade e os gastos com cada rota de entrega e permitem melhorias na performance de uma empresa de maneira geral. Uma vez que o setor logístico deve ser tratado com muita atenção, pois desempenha um papel crítico em distribuidoras de alimentos congelados, eles se mostram fundamentais.

A importância dos indicadores de logística

Os indicadores de logística, ou KPIs, são ferramentas indispensáveis não apenas para uma distribuidora de alimentos congelados, mas para quem deseja ter sucesso em empresas de todos os tipos. Afinal, é por meio deles que se torna possível identificar falhas nos processos e tomar atitudes que refletem diretamente no andamento do negócio.

Existem vários KPIs logísticos e, com o uso correto de cada um deles, os empreendedores se tornam capazes de obter um panorama sobre as diversas áreas de sua empresa, como armazenagem de materiais, transporte, movimentação, gestão de estoque, entre outras.

Principais indicadores de logística do mercado

Existem diversos KPIs disponíveis para auxiliar as organizações a identificar gargalos e solucioná-los a fim de alavancar seu desempenho logístico. Contudo, é imprescindível que as empresas compreendam que nem todos eles farão sentido para elas. Enquanto alguns são fundamentais para umas, outros não se mostram tão interessantes. A seguir, os mais utilizados em distribuidoras de salgados congelados foram explicados.

Giro de estoque

Quando consideramos o fluxo logístico completo e cada uma das mercadorias, os indicadores de giro medem o tempo que é necessário para que o estoque seja vendido. Trata-se de um dos indicadores de desempenho em logística relevantes para evitar a ruptura do estoque.

Em outras palavras, ele serve para que o distribuidor não perca vendas por falta de mercadorias. Da mesma maneira, fornece dados que evitam o estoque em excesso, no intuito de que a empresa não mantenha seu capital de giro empatado em produtos que ficam por muito tempo sem girar.

Custo das mercadorias

Esse parâmetro apresenta qual é o verdadeiro desembolso que uma distribuidora de alimentos congelados faz para adquirir os itens. Afinal, se você quer precificar os alimentos corretamente, saber qual é o custo exato das mercadorias é algo primordial. Ele leva em consideração:

  • preço do produto;
  • créditos de impostos;
  • tributos a recolher;
  • custo de frete;
  • despesas acessórias etc.

Margem de contribuição e lucro

Conhecer a margem de contribuição é necessário para saber a parte do faturamento que supera as despesas e os custos de venda dos produtos. Portanto, em cada item, essa margem mostra de que forma a mercadoria contribui para cobrir os custos fixos do negócio, e, assim, formar o lucro. Nesse contexto, é fundamental ter ciência sobre quais são os itens que mais contribuem para a lucratividade da distribuidora, visto que nem sempre são os produtos que apresentam maior faturamento.

Lead time

O conhecimento acerca do tempo total de conclusão da demanda de um consumidor atua diretamente para que a empresa consiga compreender e otimizar a funcionalidade de sua logística. É disso que se trata o indicador lead time, que acompanha o pedido desde sua solicitação até a entrega. Esse KPI não atua apenas na parte externa do processo, como nos prazos e no feedback do cliente, mas também na parte interna.

Ele está diretamente relacionado à identificação de falhas e gargalos envolvidos nos processos empresariais, permitindo que especificidades sejam concluídas e solucionadas.

Tempo das entregas

É fundamental medir o desempenho das entregas em uma empresa, minimizando insatisfações por parte do cliente. Muitos KPIs podem ser usados para isso, mas o OTD (On-Time Delivery) é um dos principais. Ele mensura o tempo de expedição e separação dos pedidos, além de informar qual a porcentagem dos produtos que foi entregue dentro do prazo estabelecido.

Índice de ocorrência

Compreender quais ocorrências geram retrabalhos, aumento nos custos e desperdícios que poderiam ser evitados é algo que pode ser feito de maneira funcional por meio da análise e mensuração do índice de ocorrência. Extravios, imprevistos e devoluções impactam diretamente nesses fatores. Junto a ele, pode-se analisar também o índice de avarias e extravios, que fala sobre danos sofridos no produto durante seu transporte e o envio do pacote ao local errado, bem como seu desaparecimento.

Cálculo do frete

Os custos da operação e logística estão ligados a diversos fatores, mas possuem uma conexão ampla com o frete. Por isso, estar atento ao seu cálculo, incluindo nele despesas com abastecimento do veículo, gestão de risco, manutenção e até mesmo aquisição de equipamentos para o transporte, é primordial para uma boa logística.

Com os KPIs citados é possível avaliar e monitorar a eficiência da realização das tarefas do dia a dia nas empresas, além de identificar as etapas essenciais para atingir as melhores práticas. Eles também viabilizam o acompanhamento tanto do andamento quanto do alcance das metas. Da mesma forma, permitem a correção de problemas e a definição de alterações necessárias para que os resultados sejam incríveis e a empresa se mantenha competitiva e rentável.

Então, gostou do post sobre indicadores de logística? Se você quer ter acesso a ainda mais conteúdos atualizados em primeira mão, não deixe de receber nossas newsletters!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

-