Como fazer benchmarking? Aprendar 7 dicas para monitorar os concorrentes

6 minutos para ler

Você sabe o que é e como fazer benchmarking? Essa estratégia, traduzida literalmente para o português, significa “ter um ponto de referência”. Ou seja, é o momento em que o seu negócio analisa os seus concorrentes, entende o que ele está fazendo e aplique para a sua própria realidade as ações que poderão trazer algum tipo de retorno.

Entre as vantagens dessa prática, destaca-se a possibilidade de estudar processos que dão resultados em outras empresas, a identificação de novas tendências, além de adquirir base argumentativa para criar estratégias e ampliar seus resultados.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você fique por dentro de algumas dicas que vão auxiliar no momento de seu benchmarking. Boa leitura!

1. Elabore uma análise interna

O primeiro passo para fazer um benchmarking de forma eficaz é fazer uma análise interna. Entenda quais são os seus processos que podem ser aperfeiçoados, quais são os resultados obtidos até então, o que você deseja oferecer aos seus clientes para melhorar a satisfação e contribuir para o crescimento de seu negócio.

2. Faça pesquisas de campo

Ao fazer uma pesquisa de campo, é preciso identificar quais são aqueles concorrentes que mais se destacam no mercado. Inicialmente, utilize a internet como panorama para a sua análise. Entre os pontos que podem ser verificados, pesquise como eles estão posicionados nos diversos canais, quais blogs e redes sociais são utilizados, número de seguidores e engajamento do público com as publicações, entre outras métricas.

Analise, ainda, qual é o tom utilizado por eles e o tipo de informação que é compartilhada. Está trazendo retorno? Os seguidores, de fato, se envolvem com aquele conteúdo? Caso a resposta seja positiva e você identifique que há muito retorno nas postagens feitas, significa que de fato estão trazendo resultados. Logo, essa será uma oportunidade para que você entenda sobre as principais ações adotadas, não apenas na área de marketing, mas na gestão como um todo.

Não se esqueça de monitorar empresas de outros segmentos, uma vez que também permitirão insights para o seu negócio. O ideal é que seja de um a três nomes, sem ultrapassar disso para não perder o foco de sua análise.

3. Estabeleça indicadores de análise

Os indicadores são fatores essenciais para qualquer negócio que deseja atingir algum objetivo. Por meio deles, é possível entender se os seus resultados estão atrativos e quais são as ações que mais conferem retorno para o seu crescimento, por exemplo. Ao entender como fazer benchmarking, esses fatores não podem ser deixados de lado!

Para isso, selecione alguns aspectos que sejam interessantes ao seu negócio. Monte uma planilha com todos eles de modo que possa comparar os principais nomes selecionados. Para o caso de foods services, você pode avaliar:

4. Faça visitas presenciais

Conforme você percebeu, alguns dos pontos são possíveis por meio das visitas presenciais. Além de analisar os fatores preestabelecidos, também tem a oportunidade de trocar conhecimento com outros profissionais. Faça uma pauta sobre o que é preciso ser discutido para que a reunião seja mais eficaz, de modo que você já tenha perguntas elaboradas e questionamentos a serem feitos.

Assim, o tempo será otimizado, e você também terá a chance de passar os seus conhecimentos para o outro negócio, uma vez que a intenção é justamente promover esse intercâmbio.

5. Frequente eventos

É essencial ampliar o seu networking, justamente por ter a oportunidade de conhecer nomes no mercado que são competitivos, que buscam constantemente por novos produtos para o seu negócio, além de entenderem sobre as principais métricas a serem avaliadas junto ao seu público.

Frequentar locais que vão discutir tendências de seu setor também vai contribuir para a sua motivação, justamente por aplicar em seu food services estratégias que fazem sucesso no mercado e que podem trazer bons resultados.

6. Coloque em prática o benchmarking

Apresentamos algumas dicas de como fazer o benchmarking. No entanto, vamos apresentar um resumo completo de como colocar em prática. Faça uma pesquisa junto aos seus clientes e busque entender o que pode ser melhorado no seu negócio. A partir dessa perspectiva, avalie nos resultados obtidos em suas visitas o que o mercado já vem trabalhando e que pode ser aplicado para a sua realidade.

Aqui, é preciso um ponto de atenção: não é porque determinada estratégia surte efeito em seu concorrente também trará resultados para você. Existem fatores que influenciam, como localização e o público distinto. Dessa forma, analise as suas especificidades e entenda quais fatores precisam ser adaptados de modo que você possa usufruir dos mesmos ganhos.

Sempre que for questionar o seu público, seja claro e já deixe explícita a sua intenção. A objetividade aqui ganha pontos, justamente por necessitar de respostas específicas para aprimorar o seu negócio.

7. Faça comparações justas

No momento de elaborar uma análise, faça comparações justas. Entender o histórico é algo a ser considerado. Imagine só a seguinte situação: você visitou um negócio que é referência no ramo naquele bairro em específico. Apesar de não estar há muito tempo naquela região, a escolha do local foi estratégica, justamente por conter um bom ponto comercial e ter um fluxo de pessoas intenso. Há mais ou menos 1 ano, todo o público que transita por aquelas ruas já conhece o food service e já consome os seus produtos.

Do lado de cá, você também fez uma escolha estratégica, mas ainda está nos passos iniciais. As pessoas estão começando a conhecer os seus produtos e a entender sobre a qualidade de seu atendimento. Esses são alguns dos fatores que precisam ser levados em conta, especialmente se analisar algumas métricas.

Neste conteúdo, você pôde entender de maneira prática como fazer benchmarking. Para que os resultados sejam efetivos, o ideal é que tenha um bom planejamento, além de uma pesquisa aprofundada sobre o seu mercado. Conforme abordado, pesquise ainda empresas de outros segmentos, de modo que possa trazer inovação e aumentar ainda mais a satisfação de seu público com o seu negócio, contribuindo para a fidelização.

Caso tenha gostado dessas dicas e deseja acompanhar mais novidades como essas, é só assinar a nossa newsletter e receber diretamente em sua caixa de entrada todos os nossos conteúdos!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-