Alimentos congelados: mitos e verdades para você saber e vender mais

6 minutos para ler

O grande acúmulo de tarefas dos dias atuais causa uma correria muito grande no cotidiano das pessoas. Nesse sentido, contar com alimentos congelados facilita muito a vida não só dos consumidores finais, como também de funcionários de lanchonetes e similares. Esse tipo de produto atrai muitos clientes por sua qualidade e praticidade e está presente nos melhores estabelecimentos do setor alimentício.

Apesar de estarem no mercado e nas casas das pessoas há muitos anos, ainda existem muitos mitos sobre sua conservação e uso. Alguns deles podem causar até riscos à saúde por isso, vamos explicar nesse artigo as principais verdades e mentiras a respeito do assunto para que não restem mais dúvidas. Acompanhe!

Principais mitos

Vamos começar nossa jornada pelo conhecimento desvendando os principais mitos sobre os alimentos congelados. São afirmações muito comuns e que podem prejudicar a qualidade do produto final durante o preparo ou impedir que as pessoas possam aproveitar as facilidades proporcionadas por eles. Veja quais são os mitos.

Alimentos fritos não podem ser congelados

Os alimentos podem ser congelados em diversas etapas do preparo. Cada tipo de receita requer um modo diferente. Algumas delas podem ser congeladas cruas ou já fritas, como é o caso de salgados como a coxinha e o bolinho de mandioca. Ao contrário do que muitos pensam, não há problema algum nisso.

Inclusive, os salgados congelados depois de fritos são muito mais rápidos de serem preparados. Eles só precisam ser aquecidos, o que pode ser feito no forno, no microondas ou na fritadeira a ar. Para aqueles clientes que tem o tempo mais escasso, são a opção ideal para garantir um lanche rápido antes de sair de casa.

Massas cruas não podem ser congeladas

Assim como as massas fritas podem, as cruas também. Exemplos comuns do nosso dia a dia são os pães de queijo. Mas, as possibilidades de congelamento vão muito além disso. As massas podem ser congeladas antes do preparo do produto final, para aumentar o tempo de durabilidade.

Muitas pessoas preferem a textura dos salgados fritos na hora. Para isso, só existem duas opções: ou ele é fabricado na hora, o que leva tempo e requer conhecimento, ou ela compra um pacote deles congelados, que são muito simples de preparar. Basta aquecer a gordura em uma panela e fritá-los.

Alimentos congelados perdem a qualidade

É verdade que alguns alimentos podem perder nutrientes e sofrer mudanças na textura depois de passarem pelo processo de congelamento. Contudo, eles representam uma minoria e as alterações nem sempre são significativas. Muitos legumes e vegetais, por exemplo, usam essa técnica justamente para preservar suas qualidades.

No caso de salgados já fritos, as vantagens de poder apenas aquecê-los, supera a ligeira perda na crocância, quando utilizado o forno de micro-ondas. Porém, eles também podem ser preparados no forno e na fritadeira a ar, o que mantém as mesmas propriedades do preparo frito com a vantagem de serem mais rápidos.

Principais verdades

Desvendados os mitos, vamos saber quais são as falácias verdadeiras sobre os alimentos congelados. Até porque, nem tudo o que circula nas rodas de conversas e redes sociais são “fake news” e é nosso papel, como fabricante de produtos dessa natureza, esclarecer as dúvidas da população acerca do assunto. Então, confira!

Salgados congelados devem ir do freezer direto para o forno

Além de ser uma verdade, essa é uma orientação muito importante em relação ao preparo correto dos alimentos congelados sejam eles assados ou fritos. Afinal, muitos deles não devem ser descongelados, sob o risco de estragarem ou de perderem consideravelmente a qualidade depois de assados.

O pão de queijo é um deles. Se for descongelado antes de ir ao forno, ele não passa pelo processo necessário para o seu crescimento e, com isso, ele fica duro e borrachudo. Os salgados fritos também deve ir direto do freezer para a gordura quente ou podem ficar encharcados ou até mesmo se desfazerem durante a fritura.

Existe uma ordem ideal para acomodação dos produtos no freezer

Não é recomendado colocar os produtos no freezer de qualquer jeito. Existe uma ordem que ajuda a mantê-los na temperatura ideal e garantir a segurança alimentar de cada um. Sendo assim, é fundamental conhecer bem as características do equipamento utilizado para a armazenagem.

Os produtos mais perecíveis devem ser acomodados nas partes mais frias e os demais nas partes com temperatura mais amena. Por mais que todos estejam congelados, cada tipo de alimento requer uma quantidade de frio diferente para se manter livre dos agentes de deterioração.

Alimentos congelados têm prazo de validade

Os alimentos, até os congelados, não duram para sempre. O processo de congelamento não elimina a presença de micro-organismos nocivos à saúde, apenas desacelera a sua proliferação. Dessa forma, depois de alguns meses, ele podem contaminar os produtos e trazer riscos à saúde.

Por isso, é muito importante ficar atento às orientações das embalagens. Os fabricantes, por meio de testes e validações juntos aos órgãos responsáveis determinam qual é o período máximo de tempo durante o qual é seguro consumir cada produto conforme a forma de armazenamento.

Portanto, duas coisas são essenciais e não devem ser ignoradas: o prazo de validade do produto mantido no freezer, na temperatura indicada e o prazo de validade depois que a embalagem for aberta, pois o risco de contaminação aumenta.

Como vimos, existem diversos mitos e verdades a respeito dos alimentos congelados. Provavelmente, você já deve ter ouvido pelo menos um deles ao longo da vida. O mais importante é sempre verificar as informações sobre determinado assunto antes de espalhar inverdades. Mas, depois de ler este artigo, você já está com essas dúvidas sanadas e poderá manter seus clientes informados.

Se você tem um estabelecimento na área de alimentação, seja um supermercado, padaria, lanchonete ou qualquer outro tipo, precisa conhecer a nossa linha de produtos congelados. São bolinhos de mandioca, kibes, pães de queijo com ou sem recheio e ainda coxinhas com massa a base de mandioca. Ideais para vender congelados ou servir prontos aos clientes. Conheça a linha completa em nosso site.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-